Home / Mídia / Você anda lendo muitos livros de homens brancos heterossexuais?

Você anda lendo muitos livros de homens brancos heterossexuais?

Imagine, se você puder, o profano furor que explodiria se um autor branco escreve um artigo onde ele implora para seus leitores não lerem livros de autores negros, judeus, homossexuais ou do sexo feminino.

Uma multidão de linchadores guerreiros da justiça social iriam persegui-lo até o esquecimento. Condenando-o para sempre como um racista, homofóbico, misógino porco que não têm direito a voz pública, muito menos um acordo de publicação.

Você conseguiu imaginar essa situação?

Então, está acontecendo a mesma coisa, só que no sentido inverso. Uma blogueira chamada K. Tempest Brasford, escritora feminista de Nova York, através de seu blog, está implorando que seus leitores parem de comprar livros escritos por homens brancos heterossexuais.

Você pode acompanhar a publicação clicando aqui. A postagem foi feita no dia 22 de fevereiro, onde ele pede encarecidamente, para que seis leitores parem de ler livros de homens brancos heterossexuais pelo período de um ano.

Ela disse que a maioria dos livros foram “amplamente limitado às vozes privilegiadas”.

E a lista negra dela começa com Neil Gaiman, o qual respondeu com um tweet:

Uma tradução aproximada: Para qualquer um que espera indignação, eu acho que artigo de @tinytempest em http://t.co/mz0ZDlHUCT é excelente, e não me importo de ser a capa.

 

Sobre Felipe Goulart

Administrador do site e página no Facebook Neil Gaiman Brasil.

Veja também

Nicholas Was – um conto de natal

Confira animação feita para Nicholas Was